Greve dos servidores municipais de Cachoeirinha e confronto com a polícia militar.

30.03.2017

Senhor Presidente,
Senhoras e Senhores Senadores.

Recebi muitas e muitas mensagens informando que servidores municipais de Cachoeirinha, região metropolitana de Porto Alegre, que estão em greve, e a Brigada militar entraram em confronto hoje pela manhã. Bombas de efeito moral e balas de borracha foram usadas.   

O protesto foi realizado contra a votação do projeto que prevê a alteração no vale-alimentação dos trabalhadores. 

Os servidores, que estão há 25 dias paralisados, teriam sido proibidos de acompanhar a votação, o que teria gerado o conflito. 

Além de exigirem melhores salários, condições de trabalho, garantia de direitos, existe um pedido de auditoria nas contas da prefeitura para que sejam dadas explicações sobre a situação da Previdência. 

Era o que tinha a dizer,
Sala das Sessões, 30 de março de 2017.
Senador Paulo Paim. 
Compartilhe nas redes sociais: