Temporal no RS

13.06.2018


Senador Paulo Paim (PT/RS)
paulopaim@senador.leg.br

Senhor Presidente,
Senhoras e Senhores senadores. 

Na segunda-feira e na terça-feira, o Rio Grande do Sul foi atingido por fortes temporais que causaram estragos em diversas regiões do Estado.
No interior gaúcho, o vendo destelhou casas e os altos volume de chuva provocaram alagamentos.  

Cerca de 3 mil casas foram danificadas. Duas pessoas morreram. Os locais mais afetados são Serra, Norte e Centro. 

Boletim da Defesa Civil aponta que ao menos 24 cidades foram atingidas - são três a mais que as registradas no primeiro balanço. 

Ainda de acordo com o informativo, as principais ocorrências se referem a quedas de árvores e postes, falta de energia elétrica e destelhamentos. 

Segundo as concessionárias RGE e RGE Sul, cerca de 95 mil clientes foram atingidos. 
Na área de concessão da RGE, as regiões mais atingidas foram a Serra e o Vale do Paranhana. 

Municípios das regiões Norte e Noroeste do Estado, como Passo Fundo, Sarandi, Palmeira das Missões e Santa Rosa, também foram afetados. 

Já na área de distribuição da RGE Sul, as cidades mais afetadas estão espalhadas entre as regiões Metropolitana, Central e vales do Rio Pardo e Taquari. 

Na área da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), há apenas registros pontuais de falta de luz.

Defesa Civil, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros continuam mantendo socorro aos moradores. 

É muito importante também a solidariedade entre as pessoas para ajuda através de doações de roupas, calçados, colchões, produtos de higiene pessoal, alimentação não perecíveis e água potável.

Era o que tinha a dizer,
Sala das Sessões, 13 de junho de 2018.
Senador Paulo Paim. 
Compartilhe nas redes sociais: