Cinquenta e cinco (55) detentos foram mortos entre domingo e segunda-feira, em presídios de Manaus

28.05.2019

Senador Paulo Paim (PT/RS)
paulopaim@senador.leg.br


Cinquenta e cinco (55) detentos foram mortos entre domingo e segunda-feira, em presídios de Manaus. 

Um massacre. Briga de facções são constantes em todo o país, e isso não é de agora.

Há décadas o Estado se omite, os problemas são crônicos:  superlotação, má administração, corrupção, falta de profissionais, reincidência do crime, falta de saúde. 
O sistema carcerário brasileiro é falido. Vive em cenário de barbárie. Isso é unânime... E é até o óbvio. 

A questão é: se nós identificamos o problema, onde estão as soluções? ... 

... O que está sendo feito? Há algo de efetivo? Há algum plano a curto, médio e longo prazo?

Privatizar é a solução???

Tudo isso é um conjunto da Segurança Pública... 

Em sendo assim, ela também está falida. Falta-nos uma cultura efetiva de Segurança Pública... proteção ao cidadão, prevenção, ressocializar os presos.

Temos que ter forte investimento em políticas públicas de educação e de geração de emprego e renda. Assim o país vai mudar.  

Tudo que for feito isoladamente para melhorar o sistema não vai funcionar... 

O processo tem que ser conjunto, dentro e fora dos presídios, com apoio do Estado brasileiro, dos governos, da sociedade. 

Mas, primeiro, há de se mudar a mentalidade...  Que Segurança Pública nós queremos?

Senador Paulo Paim. 
Compartilhe nas redes sociais: