Em agenda pelo RS, Senador Paim conversou com a juventude e autografou na Jornada Nacional da Literatura em Passo Fundo e na Feira do Livro de Caxias do Sul Notícia postada em 09.10.2017
Paim participou também de encontros regionais de lideranças de trabalhadores e movimentos sociais nas cidades de Bento Gonçalves, Passo Fundo e Vila Maria. Agenda intensa encerrou no domingo em quadra de escola de samba na Capital Gaúcha.
 
 A intensa agenda do senador Paulo Paim pelo interior do RS iniciou na noite de quinta-feira, dia 5, na cidade de Bento Gonçalves quando participou de plenária com trabalhadores na sede do Sitracom (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção e do Mobiliário), que em 2017 está comemorando 40 anos de existência. 
Paim falou para uma plateia formada por professores da rede pública, trabalhadores da indústria e trabalhadores rurais. Sobre a questão do funcionalismo público gaúcho, ele disse estar acompanhando a questão e ser solidário à categoria. “Essa história de dizer que o funcionário público é o culpado por tudo não é justo. O servidor não é culpado pela falta de estrutura e pelo parcelamento dos seus salários”, afirmou.
 
Eventos literários e mais de 600 livros autografados
 Em Passo Fundo, Paim interagiu com um público jovem de alunos de escolas públicas da cidade que participavam de atividades da Jornadinha de Literatura – evento que ocorre junto à Jornada Nacional de Literatura que retornou suas atividades em 2017. 
A Jornada reúne grandes nomes da literatura nacional no Campus da UPF (Universidade de Passo Fundo). Paim também conversou com adultos como a professora aposentada da rede pública estadual gaúcha Fátima Ceolin, que estava entusiasmada por poder abraçar e conversar com o senador “Este homem é um lutador, ele defende o nosso povo”, declarou. 
No sábado, dia 7, em Caxias do Sul, cidade natal de Paim e local onde ele viveu seus primeiros 30 anos de vida, não poderia ser diferente: Emoção, reencontro com amigos do tempo de escola, do futebol e colegas de trabalho nas metalúrgicas Abramo Eberle e Nicola (atual Marcopolo) em que Paim trabalhou durante anos.
Paim foi recepcionado na abertura da Feira do Livro pela Secretária de Cultura Adriana Antunes e pela Comunidade Down Caxias, grupo de 70 jovens e crianças portadoras da síndrome de down. Paim entregou a cada um dos presentes uma cópia do Estatuto da Pessoa com Deficiência – Lei Brasileira de Inclusão a qual Paim é o autor.  
Rádio Caxias - Paim recebeu das mãos do jornalista Marcos Kirst e do diretor de programação da Rádio Caxias Alessandro Valim, o livro Rádio Caxias 70 anos: Voz e Identidade. Também esteve na Feira abraçando Paim o Deputado Federal Pepe Vargas presidente Estadual do PT e sua esposa, a vereadora Ana Corso – presidente do PT de Caxias do Sul. 
Segundo o senador, “foi excelente ter participado das feiras do livro. Vi muitos jovens participando, mostrando que nossa juventude sabe sim os caminhos de construção de um mundo melhor para todos. Percebi muita solidariedade, muita fraternidade, olhares de respeito e de carinho. Fiquei animado. Essa geração do presente será a geração do futuro das políticas humanitárias”.
Em Vila Maria, o senador participou de encontro regional onde estavam presentes lideranças dos municípios de Casca, Camargo, Vila Maia, Marau, São Domingos do Sul, Montauri e Gentil. 
Paim falou sobre a necessidade de criação de um Estatuto do Trabalho, o qual já foi criado uma subcomissão no Senado para debater o tema: Paim é o relator do Estatuto que pretende reequilibra a relação das s forças produtivas da sociedade que foram afetadas após a aprovação da reforma trabalhista no Congresso Nacional. “Está em nossas mãos a construção de uma nova CLT”. 
Paim criticou o governo Temer: “É um governo que não tem compromisso com o povo. É um governo de lesa pátria!
Ele chamou a atenção dos presentes para mobilização em prol de uma grande Frente Ampla pelo Brasil, afim de discutir um projeto de nação e sobre as eleições 2018. “Temos que valorizar a arma que temos na mão, que é a arma da justiça e da fraternidade que é a arma do voto” afirmou o senador.
Sobre as eleições 2018 Paim afirmou “Eu acredito que o povo brasileiro há de ver, abrir os olhos e eleger um Congresso e um presidente que defendam o povo”.
Paim terminou sua fala conclamando: Liberdade... Liberdade abre as asas sobre nós! Ditadura nunca mais! 
 
Domingo termina em samba...
No domingo, dia 8, o senador Paulo Paim participou do “Almoço da Integração” realizado pela Academia de Samba Praiana e pela Imperadores do Samba – escolas tradicionais do carnaval portoalegrense. O almoço reuniu mais de 300 pessoas e foi realizado na quadra da Praiana. Paim conversou com os presentes, foi abraçado e tirou muitas fotos. Paim foi o tema da Imperadores em 2012 com o enredo “Imperadores apresenta Paulo Paim - Um leão na luta, que só faz o bem sem olhar a quem”.
Nesta semana, o senador cumpre extensa agenda de compromissos no RS. 
 
 
Rubem Pires Junior – MTb 9310/RS – Fone (51) 98478.1393 – 09.10.2017
Fotos: Lutiana Mott

Compartilhe nas redes sociais: