As relações de trabalho, a terceirização e o desemprego no Brasil são temas de debate na CDHET Notícia postada em 07.08.2018
O relator do Estatuto do Trabalho, senador Paulo Paim (PT-RS), promove debate sobre as relações de trabalho, a terceirização e o aumento do desemprego no Brasil após a aprovação da reforma trabalhista. A reunião será realizada na quinta-feira (09), às 9h, na Subcomissão do Estatuto do Trabalho, em Brasília. 
                    
Foram convidados para o debate, Noemia Aparecida Garcia Porto, Vice-Presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho; Claudio Cordeiro Queiroga Gadelha, Representante da Coordenadoria Nacional de Combate às Irregularidades Trabalhistas na Administração Pública; Ângelo Fabiano Farias da Costa, Presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho; Renato Bignami, Auditor-Fiscal do Trabalho, representante do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho; Valeir Ertle, Secretário Nacional de Assuntos Jurídicos da Central Única dos Trabalhadores; Edson Carneiro Índio, Secretário Geral da Intersindical - Central da Classe Trabalhadora; Sérgio Luiz Leite, Primeiro Secretário Geral da Força Sindical; Rosildo Bonfim, Advogado e Professor Universitário, representante do Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes do Rio Grande do Sul; Anna Borba Taboas, Advogada Trabalhista, membro do Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes do Rio Grande do Sul; Ogib Teixeira de Carvalho Filho, Presidente da Federação Nacional dos Servidores dos Órgãos Públicos Federais de Fiscalização, Investigação, Regulação e Controle; José Calixto Ramos, Presidente da Nova Central Sindical dos Trabalhadores; Marilane Oliveira Teixeira, Pesquisadora do Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho - CESIT; Marcilon Duarte, Presidente do Sindicato dos Servidores de Valparaiso de Goiás e representantes da Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas – ABRAT, da Associação Latino-Americana de Juízes do Trabalho - ALJT, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB, da CSP-Conlutas - Central Sindical e Popular, da União Geral dos Trabalhadores - UGT, da Central dos Sindicatos Brasileiros - CSB e da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB. 

Esta Audiência Pública será realizada em caráter interativo, com a possibilidade de participação popular, por isso as pessoas que tenham interesse em participar com comentários ou perguntas, podem fazê-lo por meio do Portal e-Cidadania – link: www.senado.leg.br/ecidadania, e do Alô Senado, através do número-0800612211.

Serviço
Data: 09.08
Horário: 9h
Local: Plenário 6, Ala Nilo Coelho, Senado Federal 
Compartilhe nas redes sociais: