CDH DEBATE REFORMA DA PREVIDÊNCIA: O IMPACTO NA VIDA DO TRABALHADOR RURAL Notícia postada em 07.03.2019
A Comissão de Direitos Humanos do Senado (CDH) realiza, na próxima segunda-feira, 11, a partir das 9h, no plenário 6, audiência pública para debater os efeitos da reforma da Previdência (PEC 06/2019) na vida dos trabalhadores e trabalhadoras rurais. O requerimento é de autoria do presidente do colegiado, senador Paulo Paim (PT/RS). 

Paim avalia que esse segmento será o mais penalizado com a reforma: o tempo de contribuição aumenta de 15 para 20 anos. No caso das mulheres a situação é mais grave ainda, pois a idade mínima para aposentadoria passa de 55 anos para 60 anos, igualando com a dos homens.    

“Faça sol ou faça chuva, lá estão eles, na peleia diária para colocar alimento nas mesas de milhões de brasileiros. Eles não têm horário para o descanso; possuem apenas mãos calejadas e marcas que o tempo desenhou na geografia do rosto. São heróis que merecem respeito e uma aposentadoria digna”, disse. 


CONVIDADOS

Marcos Rochinski - Coordenador Geral da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura. 

Cleonice Back - Coordenadora Estadual RS da Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar.

Antonio Lucas Filho - Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais.

Aristides Verás dos Santos - Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura.

Alexandre Valadares  e  Marcelo Galiza -   Representantes do (IPEA).

Dom Leonardo Ulrich Steiner – Secretário Geral da CNBB.

Jordana Ribeiro de Ávila – Representante do MST. 

Rosângela Piovizani - Representante do Movimento de Mulheres Camponesas,

Jane Berwanger, Advogada.

Movimento do Pequeno Agricultor. 

A audiência pública será realizada em caráter interativo. Quem tiver interesse em participar com comentários ou perguntas, podem fazê-lo por meio do Portal e-Cidadania – link: www.senado.leg.br/ecidadania e do Alô Senado, através do número - 0800612211. A audiência ocorrerá no Anexo II, Ala Senador Nilo Coelho, Plenário 02.



Compartilhe nas redes sociais: