Oposição avalia que reforma da Previdência continua muito rígida mesmo após alterações no Senado Notícia postada em 28.08.2019


A presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Simone Tebet (MDB-MS), concedeu vista coletiva para a votação da Reforma da Previdência na próxima quarta-feira, dia 4.

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) leu o relatório com mudanças na proposta aprovada pela Câmara dos Deputados. Entre elas, a retirada do Benefício de Prestação Continuada e a criação de contribuição previdenciária para o agronegócio exportador e entidades filantrópicas.

Os senadores terão até segunda-feira para apresentar emendas, que são sugestões de mudanças ao relatório.

As informações são da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian. Ouça aqui
Compartilhe nas redes sociais: